Um pequeno guia para Karl Popper

Adam Smith y la Teoría de los Sentimientos Morales. ¿Qué sómos? ¿Egoístas o altruístas? ¿O ambas cosas?
September 4, 2017
Is the School Feeding Programme in Nigeria Sustainable?
September 5, 2017

Um pequeno guia para Karl Popper

Kelly Barber | 6 de setembro, 2017

Picography

Quem é Karl Popper

Sir Karl Popper (1902-1994) foi um professor austríaco da London School of Economics e, em geral, é considerado um dos maiores filósofos da ciência do século XX. Ele fundou a Sociedade Mont Pèlerin juntamente com Hayek, Mises, Stigler e Friedman para defender a liberdade de expressão, políticas de livre mercado, e os valores políticos de uma sociedade aberta. Veio a falecer em 17 setembro de 1994, aos 92 anos. Como fervoroso anti-autoritário, ele lutou por uma maior liberdade contra as tendências perigosas nas filosofias política e científica.

Leia também

Por que Karl Popper é importante

Embora ele não tenha sido um libertário dogmático (apoiou programas de “segurança social” e engenharia social fragmentada), nas palavras de Brian Doherty:

O espírito de livre investigação e uma sociedade aberta, que Popper defendeu, irá percorrer um longo caminho no sentido de assegurar que seu contumaz otimismo sobre o futuro da liberdade e da civilização será confirmado.

Sua epistemologia aconselha cautela, pois ele acreditava que não havia nenhuma autoridade final para determinar a verdade. Seu princípio de falsificação argumenta que o verdadeiro teste de status científico de uma teoria é que ela pode ser refutada com evidência empírica, defendendo, assim, o espírito de livre desaprovação, que é tão essencial para uma sociedade aberta.

Se você puder ler apenas uma coisa de Karl Popper

Em “A sociedade aberta e seus inimigos” (1945), Popper, apaixonada e convincentemente, condena as visões autoritárias de governo e sociedade encontradas nas obras de grandes pensadores, incluindo Platão, Hegel e Marx, e defende a democracia liberal e uma sociedade aberta em geral.

Neste livro, ele critica o historicismo, que ele define como a teoria em que a história segue uma inevitável projeção para um determinado fim. Popper argumentou que o historicismo sustenta a maioria das formas de totalitarismo e deixa de considerar os limites da capacidade da sociedade em prever seus futuros estados de conhecimento.

Principais obras de Karl Popper

  • A Lógica da Descoberta Científica (1934)
  • A Miséria do Historicismo (1936)
  • A Sociedade Aberta e Seus Inimigos (1945)
  • Conjecturas e Refutações (1963)

Melhores citações

  • “Aqueles que nos prometem o paraíso na Terra nunca produziram nada além de um inferno.”
  • “Uma teoria que explica tudo, não explica nada”
  • “Nós não escolhemos a liberdade política porque nos promete isto ou aquilo. Nós a escolhemos, porque ela torna possível a única forma digna de convivência humana, a única forma em que podemos ser totalmente responsáveis por nós mesmos. Se concretizamos ou não as possibilidades que ela encerra depende de todo o tipo de fatores – e acima de tudo de nós mesmos.”


Kelly Barber é coordenadora local do Students For Liberty.

Este artigo não necessariamente representa a opinião do SFLB. O SFLB tem o compromisso de ampliar as discussões sobre a liberdade, representando uma miríade de opiniões. Se você é um estudante interessado em apresentar sua perspectiva neste blog, basta submeter o seu artigo neste formulário: https://studentsforliberty.org/blog/Enviar

Volte para o blog